Acha que basta
escovar os dentes?
Nada disso.

Higiene bucal completa tem escovação, fio dental,
limpeza da língua e enxaguante bucal. Saiba tudo,
garanta proteção 360° e dê adeus ao mau hálito.

Quando a gente fala em estar saudável, muita gente se esquece da boca, mas é importante lembrar que a saúde bucal faz parte da saúde integral de toda pessoa. Quem sofre com mau hálito, por exemplo, pode passar por situações um tanto quanto constrangedoras.

Já pensou falar com o
crush com o hálito ruim?

Isso, claro, vai afetar a autoestima
e prejudicar o convívio social.

O medo de falar perto das pessoas afeta a relação interpessoal. Uma boa higiene oral é capaz de prevenir o mau hálito e outras doenças. Nosso trabalho consiste em desenvolver produtos que ajudem as pessoas a se manterem mais saudáveis.

Wagner Azambuja, Coordenador
de Desenvolvimento de Produto da Unilever.

Nós vamos explicar o passo a passo aqui neste texto, desde a escolha correta da escova de dente até a importância de incluir o enxaguante bucal na rotina.

Número 1

Essa ou aquela?
Qual a melhor escova
de dente para mim?

O primeiro passo é escolher a escova de dente que mais funciona para você. O modelo não deve machucar sua gengiva e tem de alcançar aqueles lugares mais difíceis da sua boca. Teste modelos e escolha o mais confortável. Se houver incômodo, troque já! A escova correta facilita, e muito, a limpeza, evitando o acúmulo dos resíduos alimentares.

E não esqueça de visitar o
dentista regularmente para ouvir
uma indicação profissional.

Número 2

Pasta de dente não é tudo igual

Outra decisão importante é a escolha do creme dental. O produto tem a função básica de ajudar a retirar as partículas de alimentos e bactérias da superfície dos dentes. Possuem em sua composição ingredientes que trabalham no combate às placas e o tártaro, causadores do mau hálito e reduzindo as chances de cáries, além de ajudarem a fortalecer o esmalte dos dentes. A quantidade de pasta na escova é um ponto de atenção. Não é preciso muito creme: meça cerca de um terço de pasta nas cerdas da escova, o que já é suficiente para a limpeza da boca de adultos e adolescentes.

Número 3

Nada de pular o fio dental

Nada de achar que a escovação é suficiente para limpar totalmente a boca. Sem o fio dental pode ter certeza que você vai ter resíduos de alimentos entre os dentes - e ninguém quer isso, já que é assim que as bactérias se proliferam causando cáries e outros problemas na nossa boca. A frequência deve ser a mesma da escovação para garantir que a higiene completa seja realizada com sucesso.

Número 4

Não esqueça de limpar a língua!

Limpar a língua? Sim! É muito comum que as pessoas esqueçam disso na hora da higiene bucal. Então prometa agora que você nunca mais fará isso! A nossa língua tem papel importante na mastigação e está em contato direto com os alimentos. E se não for limpa, acumula resíduos e forma uma crosta chamada de saburra lingual que pode provocar halitose (o temido bafo!) e inclusive prejudicar o paladar.

Número 5

Para finalizar com chave
de ouro: o enxaguante bucal

A utilização do enxaguante dentro dessa rotina toda é essencial para a higiene completa da boca, já que faz a limpeza de lugares que nem a escova e nem o fio dental alcançam. Além de entregar refrescância, o enxaguante atua na saúde bucal, pois conta com princípios ativos com ação antibacteriana. Eles são responsáveis por evitar a formação de placas e eliminar germes e bactérias, vilões da boca que fazem aparecer cáries, mau hálito e outras doenças. Adeus mau hálito e um oi para a autoconfiança: você tranquile.

Veja mais:
Quais são as causas do mau hálito